Como calcular nota do enem 2019

Entenda como calcular nota do enem 2019 inep, consulta o gabarito e resultado do enem 2019, disponibilizamos passo a passo para consulta da sua nota.

Nota do Enem 2019

É de suma importância que os estudantes que pretendem participar do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) no ano de 2019 saibam como calcular nota. Este procedimento é muito simples de ser realizado. Se você ainda não sabe como calcular sua média, siga conosco para conferir passo a passo.

Antes de tudo, é preciso saber que ela pode ser calculada de duas formas: através da média simples e também da por pesos – mas não precisa se preocupar, nós vamos te ensinar como fazer isto.

Métodos para calcular nota do Enem 2019

  1. Por média simples

Na média simples, é apenas preciso somar as de cada área do conhecimento – que, no total, são 5 (Ciências da Natureza, Ciências Humanas, Linguagens e Códigos, Matemática e Redação) e dividir o valor resultante também por 5. Fácil, não é mesmo?

  1. Média por pesos

Já a média por pesos é algo um pouco mais diferenciado. Neste caso, é preciso descobrir qual peso a instituição de ensino determina para cada nota do ENEM (peso 1, 2 ou 3), fato que depende do curso escolhido.

Neste sentido, valerão mais as disciplinas que com ele tenham afinidade. A variação pode ainda ir de acordo com o turno e instituição nos quais o aluno se inscreve.

Ciente disto, para calcular sua nota,você terá que multiplicar o valor obtido em cada área do conhecimento pelo peso atribuído na universidade no curso selecionado (por exemplo, se a instituição deu peso 3 para a redação, você irá multiplicar a nota obtida na redação por 3).

Logo após,adicionará cadaum dos produtosencontradosao seguinte e, no final, dividirá tudopelo somatório dos pesos atribuídos. Desta maneira, o resultante da divisão corresponderá a sua média final.

Examplo como calcular nota do enem 2019

Ainda não entendeu? Pois bem. Digamos que Carlos fez o ENEM e observou, na página do participante do exame, que conseguiu 650 pontos na prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, 700 em Matemática, 680 em Ciências da Natureza, 660 em Ciências Humanas e 885 na redação.

No SiSU, ele optou pelo curso de Engenharia Elétrica na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que atribuiu, para este curso, peso 3 ao teste de Matemática, 2 ao de Ciências da Natureza e 1 aos demais.

Portanto, sua nota, nestas condições, será igual a 650 * 1 + 700 * 3 + 680 * 2 + 660 * 1 + 885 * 1 / 1 + 3 + 2 + 1 + 1 – ou seja, Carlos terá cerca de 706,87 pontos em sua média ponderada.

Até que não é tão difícil, né? Este cálculo é normalmente realizado já de forma automática pelos sistemas de seleção governamentais e, lá, o candidato pode acompanhá-los em tempo real, mas é sempre bom entender como tais mecanismos funcionam por via das dúvidas – e, afinal, conhecimento nunca é demais.

Como o INEP chega à nota de cada área?

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP) emprega a Teoria de Resposta ao Item (TRI), modelo estatístico que torna comparáveis as diferentes edições doteste.

No cálculo do valor atribuído a cada questão, não apenas a quantidade de itens acertados pelo candidato é levada em consideração, mas também a escala de dificuldade em que estes se enquadram.

As perguntas são, desde o início, alocadas em grupos compostos pelas fáceis, medianas e difíceis pelo nível de conhecimento e raciocínio que exigem.

Neste ínterim, são também aleatoriamente distribuídas ao longo da prova sem qualquer sinalização clara, de modo que o estudante tem de analisá-las e descobrir isto por sua própria conta.

Leia também artigos relevantes:

A dica, aliás, é priorizar sempre a resolução de questõescom escopo mais básico, que lhe garantirão uma pontuação maior em razão da TRI do as mais complexasou que demandam um tempo maior de reflexão para serem resolvidas. Deixe estas por último, assim, se não sobrar tempo para resolvê-las, você perderá bem menos na média global.

Por meio de embasamentos matemáticos, a Teoria de Resposta ao Item deduz se o aluno acertou por domínio da matéria ou se apenas teve sorte ao tentar chutar.

Se ele acertou uma série de questões catalogadas como difíceis numa determinada subárea do conhecimento durante a prova e errouas fáceis deste mesmo âmbito, que seriam pré-requisitos, o sistema entende que o aluno merece uma pontuação menor, visto que a probabilidade de ter realmente entendido o assunto cobrado é reduzida.Chutar, portanto, não é vantagem no ENEM.

Entre na página do participante e baixar material de estudo

No fim, acabamos percebendo que a nota não varia somente de acordo com o número de acertos ou erros totais do exame, mas também por nível de dificuldade presente em cada pergunta, de quais foram acertadas e de quais não foram.

O objetivo principal é realizar uma abordagem mais integral, evitando ainda que o candidato obtenha uma pontuação arbitrariamente alta em razão do fator sorte ao invés de assinalar as respostas por conhecimento da disciplina.

Assim reforça-se a cultura de que o essencial, mesmo, é uma preparação adequada para a prova, uma leitura calma e concentrada das questões e uma reflexão consciente na hora de respondê-las. Portanto, esteja atento aos conteúdos das disciplinas para garantir uma boa média nas provas.

Entendeu como calcular nota do enem 2019? Calcula agora, boa sorte.
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Fique ligado nas datas do Enem 2019

Como gente sabe que a cronograma e as datas do enem 2019 é mais importante. Não podemos perder o prazo para fazer inscrições, provas etc. Fique ligado.

Porque inscrever-se no Enem 2019

O Exame Nacional do Ensino Médio ocorre uma vez por ano, com detalhes e processos que duram meses. Como a inscrição em si, solicitação de isenção de taxa, utilização do nome social, acompanhamento para deficientes, a prova, os gabaritos e as notas.

Após a divulgação das notas, o processo ainda continua através de outros programas como Sisu, Prouni e Fies, os quais serão definitivamente a entrada para o curso superior.

Para quem não irá realizar o Enem deste ano, mas ainda pretende realizar o próximo é de extrema importância cuidar as datas e prazos.

Quando irão abrir as inscrições?

A primeira coisa do ano referente ao Enem é o lançamento do edital. Após o edital as datas começam a ser divulgadas na Página do Participante, muitas vezes tendo alterações. A segunda coisa é a abertura de solicitações de isenção de taxa de inscrição, que costuma ocorrer em abril.

A inscrição definitiva ocorre em maio, porém sua candidatura só é confirmada com o pagamento da taxa do exame, caso tenha isenção é automática a confirmação.

Quais outras datas do enem 2019 preciso cuidar?

Como dito anteriormente, o processo para o Enem é sempre longo. Você deve sempre se atentar as seguintes datas:

  • Edital – divulgado em março;
  • Isenção de taxa – solicitações em abril;
  • Inscrições e pagamentos de taxa – Durante o mês de maio;
  • Nome social – Solicitação para uso de nome social, do final de maio ao começo de junho;
  • Locais de prova – Divulgação dos locais de prova, no mês de outubro;
  • Provas – Dois domingos do mês de novembro;
  • Gabarito – Divulgação do gabarito oficial, poucos dias após a prova em novembro;
  • Notas – Acesso às notas individuais, em janeiro;
  • Treineiros – Divulgação das notas, em março;
  • RedaçãoEspelhos de redações liberados na Página do Participante, em março.

Com nota do enem, pode fazer inscrição no ProUni, veja se você tenha direito de participar:

ProUni 2020 – Inscrições, Resultado, Lista de Espera

Quais horários das provas?

Os locais de provas nem sempre são perto de onde cada um mora e muitas vezes demora um tempinho para chegar lá. Então é preciso muito cuidado com os horários, você não vai querer ser um dos atrasados não é mesmo?

Veja os horários para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio:

  • Abertura dos portões – 12:00
  • Fechamento dos portões – 13:00
  • Procedimentos de segurança na sala de prova – 13:00 às 13:30
  • Início das provas – 13:30
  • Término das provas no primeiro dia – 19:00
  • Término das provas no segundo dia – 18:30

Lembre-se também que é conforme o horário de Brasília, então se o local que você mora for em um fuso horário diferente, você deverá calcular e chegar conforme o horário acima.

O Brasil inteiro faz a prova ao mesmo tempo, mesmo que sejam fuso-horários diferentes.

Existe algum comprovante de presença?

Para aqueles candidatos que trabalham aos domingos, agora existe a opção de Declaração de Comparecimento. Para conseguir, é só acessar sua Página do Participante e clicar em “Declaração de Comparecimento”.

Um fato muito bom é que esses candidatos não podem ser descontados por faltarem no dia da prova, conforme o seguinte artigo:

Art. 473 – O empregado poderá deixar de comparecer ao serviço sem prejuízo do salário: (Redação dada pelo Decreto-lei nº 229, de 28.2.1967) VII – nos dias em que estiver comprovadamente realizando provas de exame vestibular para ingresso em estabelecimento de ensino superior. (Inciso incluído pela Lei nº 9.471, de 14.7.1997).

Agora que já sabe as datas do Enem 2019 Inep, fique atento e entre na sua graduação com muito sucesso! Boa sorte!
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Como começar a se preparar para Enem 2019

Enem 2019 está chegando gradualmente. Então, Como começar a se preparar para Enem 2019?

Enem 2019 – porque faz?

O Exame Nacional do Ensino Médio, Enem, é uma porta de entrada para a realização de uma graduação. Muitas vezes é a única chance para alguém de baixa renda conseguir um curso superior.

Também participam pessoas de classes altas, que estudaram em escolas privadas mas tem o sonho de estudar em uma Universidade Federal. Já existem universidades que deixaram de fazer o vestibular tradicional e a única forma de ingresso é através do Enem.

Com o Enem é possível ingressar tanto em instituições públicas através do Sisu, quanto em instituições privadas através do Prouni e do Fies. A partir de uma nota, você pode conseguir vaga em qualquer cidade do país.

Como começar a se preparar para Enem 2019?

1. Organize seus estudos

A primeira coisa de tudo é planejar e se organizar. Veja planos de estudos prontos, analise as provas anteriores e leia bem o edital. A partir de todas essas informações elabore seus próprio plano de estudos.

Faça um plano geral, tudo que você precisa estudar, revisar e aprender. Depois faça planos mensais a partir dele. Crie metas a cumprir a cada dia e a cada semana.

Caso tenha interesse existem diversos cursos online acessíveis que elaboram seu plano de estudos, como o Mesalva, Descomplica e o Stoodi. Ao mesmo tempo tem vídeos de tudo que é conteúdo no Youtube, basta pesquisar.

Encontre a melhor forma, se organize e comece a focar…

2. Mantenha o foco

Para que consiga seguir o seu plano de estudos é essencial que mantenha o foco. Diminua gradativamente o uso das redes sociais, guarda seu celular longe de você nos momentos de estudo.

O seu sucesso dependerá da sua dedicação e compreensão dos conteúdos. Não adiantará nada fazer exercícios se olhar o celular a cada cinco minutos.

Lembre que na hora da prova serão horas sem nenhum objeto eletrônico, quanto mais tranquilo e habituado você estiver, melhor.

3. Leia clássicos

O Enem não possui nenhuma leitura obrigatória, mas você consegue entender e responder muito melhor sobre o que já conhece, não é?

A prova de Linguagens pode ser bem complicada para quem não tem o hábito da leitura, traz trechos de literatura antiga com uma linguagem muito diferente do seu dia a dia.

Pensando nisso listamos alguns livros para você ler e ter maior compreensão resolvendo as questões da prova:

  • Agosto – Escrito por Rubem Fonseca e publicado em 1990;
  • A Hora da Estrela – Escrito pela Clarice Lispector, publicado em 1977;
  • Grande Sertão: Veredas – Escrito por Guimarães Rosa, publicado em 1956;
  • Triste Fim de Policarpo Quaresma – Escrito por Lima Barreto, publicado em 1915;
  • Iracema – Escrito por José de Alencar, publicado em 1865;
  • Capitães de Areia – Escrito por Jorge Amado, publicado em 1937;
  • O cortiço – Escrito por Aluísio Azevedo, publicado em 1890.

Além de te ajudar na prova de linguagem por conseguir se adaptar a escrita, muitas vezes esses livros lhe darão uma visão histórica e sociológica da época, o que também poderá ajudar na prova de Ciências Humanas.

Saiba como se inscrever no enem 2019? Clique aqui:

Também leia sobre a cronograma do enem 2019.

Outra coisa importante na hora de se preparar é se manter sempre atualizado. O Enem busca trazer problemas, críticas e análises sobre o que está acontecendo ao redor do mundo hoje também.

Estar sempre atento às notícias, assuntos polêmicos e movimentos sociais também podem te ajudar a se preparar para a redação, que sempre pede para que você traga uma solução imediata para algum problema do Brasil.
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Como pedir isenção de taxa de inscrição Enem 2019

Para ter direito ao pedido de isenção de taxa de inscrição Enem 2019, o candidato terá que concluir o ensino médio no ano vigente em uma escola pública, além de outros critérios. Saiba como solicitar e todos os requisitos obrigatórios.

A isenção de taxa de inscrição Enem pode ser feita dentro do período informado. O candidato que quiser solicitá-la, terá que se enquadrar dentro das exigências determinadas pelo INEP. Por isso, você precisa saber primeiramente se está apto antes de pedir sua isenção.

Confira a seguir todos os requisitos que dão direito a esse beneficio e, logo adiante, um passo a passo de como você pode pedir a isenção de taxa de inscrição Enem.

Requisitos para pedir isenção de taxa de inscrição Enem 2019

  • Candidatos que concluirão o ensino médio em escola pública no ano vigente ao pedido
  • Ter obtido certificação na área de conhecimento em que se inscreveu no Encceja, na modalidade do ensino médio
  • Ter cursado o ensino médio completo em escola pública e comprove renda familiar mensal por pessoa igual ou inferior a um salário mínimo e meio
  • Ter cursado o ensino médio completo com bolsa integral em escola particular e que comprove renda familiar mensal por pessoa igual ou inferior a um salário mínimo e meio
  • Inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), integrantes de famílias cuja renda mensal seja de até meio salário por pessoa. Para o grupo familiar, é até 3 salários mínimos.

Pedido de isenção da taxa de inscrição Enem – Passo a passo!

Siga os passos abaixo e aprenda como pedir isenção de sua inscrição Enem.

  • Acesse esta página do Inep: https://enem.inep.gov.br/
  • Depois, clique em “Acesse o Sistema de Isenção”
  • Em seguida, clique em “Isenção Enem”
  • Informe seu CPF e sua data de nascimento
  • Clique na figura que corresponde ao objeto indicado no texto e clique em “Enviar”
  • Leia os critérios que dão direito a essa isenção e, caso se enquadre, clique em “Li e concordo” e, depois, em “Continuar”
  • Confira as informações solicitadas na tela “Dados pessoais”. Caso não estejam corretas, entre em contato com o 0800 616161
  • Preencha os dados de endereço e clique em “Continuar”
  • Preencha as informações relacionadas ao Ensino Médio e clique em “Continuar”

Clique para ler outros artigos que lhe interessam:

Redação Enem 2019

Resultado Enem 2019

Simulado Enem 2019

  • Se você tem NIS, informe o número ou use a ferramenta “Consulte o NIS”, que direciona para a base de dados do Ministério do Desenvolvimento Social. Se você não tem NIS, marque a opção “Não tenho NIS”.
  • Clique em “Confirmo minhas informações” e, depois, em “Continuar”
  • No visor que aparece na tela “Confirmação das Informações, confira se está tudo correto. Se precisar corrigir algum dado, clique em “Voltar”. Se estiver tudo certo, clique em “Confirmo meus dados”;
  • Na tela “Questionário Socioeconômico (QSE)”, responda a todas as questões referentes a você e a sua família de forma correta e verdadeira
  • Na tela “Contato”, informe corretamente os seus dados. É por meio deles que você poderá recuperar sua senha, caso esqueça, por exemplo.
  • Na tela “Senha”, você deve criar uma senha que será utilizada para acompanhamento da solicitação de isenção da inscrição do Enem. Caso a perca, ela será recuperada via e-mail ou SMS
  • Na tela Resumo das Informações, você terá mais uma oportunidade para conferir os dados informados e o motivo da ausência (caso tenha conseguido a isenção da inscrição do Enem no ano anterior e não tenha comparecido nos dois dias);
  • Clique em “Enviar solicitação”.

Inscreva-se agora para Enem 2019

Importante: depois de concluir a solicitação, não será possível alterar os dados ou incluir documentos para justificar ausência no Enem no ano anterior (se for o caso).

Lembrando que enem 2019 é muito importante para você poder se inscrever no sisu 2020.

Achou interessante esse post? Comente e compartilhe! Caso ainda tiver outras dúvidas sobre o exame nacional este ano que irá participar, leia outros artigos do site. Obrigado.
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Enem 2018 inscrições estão abertas até próxima sexta feira

Oi Pessoal, enem 2018 inscrições estão abertas! Tudo bem. Talvez já esqueceu que as inscrições enem 2019 já estão abertas a partir de hoje as 10h. Sem preocupação, iremos te explicar como fazer as inscrições com sucesso.

Cinco passos para inscrever-se no enem 2018

Passo 1. Entre no site enem inep oficial do http://enem.inep.gov.br/;
Passo 2. Preencha CPF e senha para logar em;
Passo 3. Insira um e-mail que seja válido;
Passo 4 . Preencha o formulário com todas as informações;
Passo 5. Conclua sua inscrição.

Prazo para inscrições: até dia 18 de maio

Quanto custa a taxa da inscrição

Se não conseguiu isenção da taxa da inscrição, lembre de gerar boleto bancário e pague a taxa para confirmar sua inscrição. A taxa é de 82 reais este ano. Taxa da inscrição enem 2019 ainda está sendo confirmada.

O Inep divulgará o resultado do Enem enem 2019, na data determinada no edital. É preciso acessar a página do participante, através do site do enem INEP, preencher as informações com CPF e a senha. Depois o aluno será encaminhado a primeira página, onde terá o resultado do Enem.

Deixe seu comentário se tiver dúvidas. Bom estudo.
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Inep aplicará Pisa 2018 para 19 mil estudantes em maio

Em maio deste ano, mais de 80 países aplicarão as provas do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa), maior avaliação internacional em educação. No Brasil, 19 mil alunos, de 661 escolas, passarão pela avaliação conduzida pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep enem 2019 inscrições). O público-alvo são estudantes de 15 anos, nascidos em 2002 e matriculados a partir do 7º ano do Ensino Fundamental. Ao todo, 33 estudantes de cada escola selecionada participam da avaliação.

O Pisa avalia a preparação do estudante para a vida adulta. A avaliação, feita em computador, abrange as áreas de leitura, matemática e ciências. O foco do Pisa 2018 é leitura, área que terá maior número de questões. Também são coletadas informações contextuais por meio de questionários aplicados aos estudantes, professores, diretores de escola. Em 2018, pela primeira vez, os pais dos estudantes selecionados deverão responder a um questionário em papel.

A partir dos resultados serão produzidos indicadores que contribuem para a discussão da qualidade da educação nos países participantes. Eles também permitem a comparação da atuação dos estudantes e do ambiente de aprendizagem entre diferentes países. A divulgação dos dados ocorre no ano seguinte à aplicação.

Preparativos enem 2019

No início de março, diretores das 661 escolas selecionadas em todos os estados e no Distrito Federal receberão a Cartilha do Diretor e serão contatados pela instituição aplicadora. Cada escola terá um coordenador, indicado pelo diretor. Todos receberão o Manual do Coordenador de Escola do Pisa 2018 com explicações sobre a aplicação.

O Programa Internacional de Avaliação de Estudantes, tradução de Programme for International Student Assessment, é uma iniciativa de avaliação comparada, aplicada de forma amostral a estudantes na faixa etária dos 15 anos, idade em que se pressupõe o término da escolaridade básica obrigatória na maioria dos países. O Pisa é coordenado pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Há uma coordenação nacional em cada país participante. No Brasil, a coordenação do Pisa é responsabilidade do Inep.
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...